“EMBARCAR” NUMA PSICOTERAPIA…

“EMBARCAR” NUMA PSICOTERAPIA…

Decidir ir a um psicólogo e pedir ajuda nem sempre é fácil! Há todo um estigma a combater:  “Haverá doença mental?”; o desconhecimento de quem iremos encontrar, “Será simpático/empático?”; o próprio movimento de pegar no telefone e marcar o número é, por vezes, angustiante “Como explicar o que sinto?”. Chegado o momento da consulta, “Como será o rosto de quem nos recebe? Como e por onde começar?”. Abre-se, então, um espaço, onde a pessoa sente liberdade para expressar o seu pedido de ajuda, da forma que deseja e melhor entende. O psicoterapeuta, na vertente dinâmica, vai ao encontro do sofrimento de quem o procura,  e, respeitando a sua singularidade, ajuda […]