RUMO AO ESTUDO…

 

Chegando à reta final de mais um ano letivo, já todo um caminho foi percorrido pelos jovens das nossas escolas, o contacto com novas disciplinas, o desenvolvimento de projetos, visitas de estudo, trabalhos de grupo e interação com colegas, professores, testes e muito mais … E, agora, para alguns destes jovens, é tempo de ganhar fôlego, rumo ao estudo… Vêm aí os exames finais!

Para eles, e para todos os adultos que, de alguma forma, lhes dão suporte e apoiam (professores, familiares, amigos,…), deixamos algumas ideias e sugestões, que possam beneficiar a organização do estudo e a autonomia dos jovens.

Para além das habituais recomendações, ligadas ao bem-estar físico, tais como, uma alimentação equilibrada e suficientes horas de sono, sugerimos:

  • Organizar o local de estudo, evitando ter por perto objetos que distraiam, e tendo acessível todo o material necessário;
  • Elaborar um horário de estudo;
  • Organizar uma lista com o trabalho a fazer, que inclua a previsão do tempo para cada tarefa;
  • Ter presente que estratégias poderão utilizar, tendo em conta os seus recursos e potenciais dificuldades (nomeadamente, explicações, aulas de apoio, entre outras);
  • Estudar, utilizando os manuais escolares, apontamentos do caderno diário ou outras fontes de informação;
  • Realizar fichas e exercícios relacionados com as matérias;
  • Elaborar resumos, fazer esquemas, sublinhar temas relevantes com canetas de cor, utilizar siglas, entre outros;
  • Adequar o método de estudo, consoante a disciplina;
  • Fazer intervalos no tempo de estudo, de acordo com as suas necessidades;
  • Escolher estudar individualmente ou em grupo;
  • Sempre que possível, procurar fazer ligações entre as matérias e as experiências do seu quotidiano, dando mais significado à aprendizagem.

Visto assim, estudar e aprender não é só assimilar conteúdos das disciplinas, é saber procurar soluções, hoje na escola, amanhã no mundo do trabalho e na vida em geral!

Filipa Machado Nobre e Maria João Abrantes (psicólogas)